Google+ Badge

Google+ Badge

Google+ Badge

terça-feira, 26 de novembro de 2013

DEUS ESTA CONTIGO .

 
NÃO OBSTANTE EXCLAMARES MUITAS VEZES DESCONSOLADAMENTE
 
 
COMO SÓ ME SINTO !
 
DEUS ESTA CONTIGO EM TODOS OS LUGARES . HABITUA -TE  A SENTI-LO, PORQUE
 
ATRAVES DE TODAS AS COISAS QUE TE RODEIAM , SUA BONDADE INFINITA SE
 
MANIFESTA OFERTANDO - E LUZ E ALEGRIA.
 
 
O SEU AMOR PALPITA EM TODA PARTE, NUMA TORRENTE DE HARMONIAS
 
BENDITAS.
 
A SUA MISERICORDIA IMENSA, ESTA NA TERRA QUE PISAS , NO AR QUE TE
 
CIRCUNDA, NAS LEIS  INTELIGENTES E SABIAS DA NATUREZA , QUE TE
 
PRODIGALIZAM INCALCULAVEIS BENEFICIOS E NUNCA TE ESQUEÇAS, DE QUE
 
DEUS E O AMOR SEM LIMITES.
 
ENQUANTO MALDIZES O SOFRIMENTO EM VIBRAÇOES DE REVOLTA, LAMEN-
 
TANDO O TEU DIA ATUAL, QUE DEVERIA SER DE PROVEITOSO PROGRESSO E
 
TRABALHO , ACESSAS O UMBRAL COM PENSAMENTOS NEGATIVOS.
 
A FLOR TE OFERECE O PERFUME, A ARVORE COMPASSIVA TE DA OS MELHORES
 
FRUTOS, AS ESTRELAS ENVOLVEM-TE DE ESPERANÇAS COM CINTILAÇOES E
 
SORRISOS , O SOL TE DA SAUDE, A TERRA TE OFERTA INUMERAVEIS TESOUROS
 
É A BONDADE DIVINA INEXCEDIVEL DO CRIADOR QUE SE MANIFESTA EM TODA
 
SUA INTENSIDADE E GRANDEZA , PERDOANDO-NOS OS IMPETOS DE RAIVA E
 
OLVIDANDO-NOS A COLERA INDIFERENTE AOS NOSSOS ERRÔNEOS JULGAMENTOS
 
ESTIMULANDO-NOS PARA O PROGRESSO E ANIMANDO-NOS A ELEVAÇAO.
 
PORTANTO, NÃO SINTONIZE  COM ENERGIAS DESIQUILIBRADAS.
 
ACOSTUMA -TE A VER E A  SENTIR O AMOR EM TODAS AS COISAS.
 
DEUS ESTA CONTIGO .
 


            QUEM ME PASSOU ESSE MENSAGEM FOI UMA AMIGA . ODILEIA DIB.

                                                                                                               CALITE.


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

AMA E VIVE !!!

        RECADOS DO ALEM

EMMANUEL                              


E abeirando-se do mentor, o aprendiz indagou:
— E a morte, instrutor? que me diz da extinção do corpo?
O interpelado respondeu:
— Filho, a morte não existe. A vida é um criação imortal de Deus.
— Mas então não existe a morte?
O instrutor ouviu a pergunta reiterada, pensou longamente e rematou:
— Sim, a morte existe num certo sentido que nos cabe aceitar. A criatura que deixa de amar, em verdade começa logo a morrer…
 
 
 
                                                                           BIBLIA DO CAMINHO TEXTO : XAVERIANO.

BIBLIA DO CAMINHO

 

PALAVRAS DE EMMANUEL

 

Inesquecível advertência

“… Que te importa a ti? Segue-me tu.” — JESUS (João, 21.22)
 
Viste, sim, as desilusões com que não contávamos.
Muitos daqueles mesmos amigos que nos exortavam à estrada certa, enovelaram-se nos cipoais da perturbação, como que petrificados na indiferença.
Companheiros que supúnhamos estandartes vivos nas trilhas da verdade; renderam-se a deslavadas mentiras.
Irmãos que nos prometeram fidelidade inquebrantável deixaram-nos a sós, na primeira dificuldade.
Parentes que nos deviam proteção e respeito bandearam-se para campos de sombra e vício, hostilizando-nos o ideal.
E multiplicam-se tropeços para que a nossa caminhada se obstrua.
Converteram-se estímulos em sarcasmos.
Quem nos dava esperança, fornece negação.
Quem ontem nos ajudava, hoje nos desajuda.
Mãos que nos atiravam flores de aplauso fazem agora chover sobre nós as farpas da incompreensão.
Sozinhos, sim…
Muita vez, encontrar-nos-emos, desse modo, entre a expectativa e a solidão.
Nosso primeiro impulso é o de reclamar naquilo que supomos nosso direito; contudo, buscando a palavra do Evangelho, surpreendemos a inesquecível advertência do Senhor:
— “…Que te importa a ti? Segue-me tu.”
 
.Emmanuel
                                                                                                CALITE .

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O ESPELHO DA VIDA

O espelho da vida

1 A mente é o espelho da vida em toda parte.
2 Ergue-se na Terra para Deus, sob a égide do Cristo, à feição do diamante bruto, que, arrancado ao ventre obscuro do solo, avança, com a orientação do lapidário, para a magnificência da luz.
3 Nos seres primitivos, aparece sob a ganga do instinto, nas almas humanas surge entre as ilusões que salteiam a inteligência, e revela-se nos Espíritos Aperfeiçoados por brilhante precioso a retratar a Glória Divina.
4 Estudando-a de nossa posição espiritual, confinados que nos achamos entre a animalidade e a angelitude, somos impelidos a interpretá-la como sendo o campo de nossa consciência desperta, na faixa evolutiva em que o conhecimento adquirido nos permite operar.
5 Definindo-a por espelho da vida, reconhecemos que o coração lhe é a face e que o cérebro é o centro de suas ondulações, gerando a força do pensamento que tudo move, criando e transformando, destruindo e refazendo para acrisolar e sublimar.
6 Em todos os domínios do Universo vibra, pois, a influência recíproca.
7 Tudo se desloca e renova sob os princípios de interdependência e repercussão.
8 O reflexo esboça a emotividade.
9 A emotividade plasma a ideia.
10 A ideia determina a atitude e a palavra que comandam as ações.
11 Em semelhantes manifestações alongam-se os fios geradores das causas de que nascem as circunstâncias, válvulas obliterativas ou alavancas libertadoras da existência.
12 Ninguém pode ultrapassar de improviso os recursos da própria mente, muito além do círculo de trabalho em que estagia; contudo, assinalamos, todos nós, os reflexos uns dos outros, dentro da nossa relativa capacidade de assimilação.
13 Ninguém permanece fora do movimento de permuta incessante.
14 Respiramos no mundo das imagens que projetamos e recebemos. 15 Por elas, estacionamos sob a fascinação dos elementos que provisoriamente nos escravizam e, através delas, incorporamos o influxo renovador dos poderes que nos induzem à purificação e ao progresso.
16 O reflexo mental mora no alicerce da vida.
17 Refletem-se as criaturas, reciprocamente, na Criação que reflete os objetivos do Criador.
 
                                                                            BILIA DO CAMINHO . TESTAMENTO XAVERIANO .

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

CARLOS ANTONIO BACCELLI

Alguém veio

1 No momento em que te encontravas em desespero, receando pelo próprio equilíbrio,
alguém veio e te salvou do abismo de sofrimentos maiores…
 
2 No instante em que te sentias fraquejar ante as provas da vida,
alguém veio e te sustentou as forças…
 
3 No momento em que a lâmina da calúnia te dilacerava o coração,
alguém veio e te balsamizou as chagas, fazendo-te sorrir outra vez…
 
4 No instante em que as lágrimas se te desataram dentro do peito, sufocando-te as iniciativas mais nobres,
alguém veio e te consolou sem nada dizer…
 
5 No momento em que a solidão te torturava profundamente, fazendo-te crer o mais infeliz dos seres,
alguém veio e permaneceu ao teu lado…
 
6 No instante em que o peso da cruz te arremessava ao solo áspero,
alguém veio e te ofertou o apoio do próprio braço para que pudesses seguir adiante…
 
7 No momento em que tudo parecia conspirar contra os teus ideais de felicidade,
alguém veio e, sem que saibas como, garantiu a tua paz, acalmando a tempestade em torno dos teus passos…
 
8 Esse alguém que, incondicionalmente, te abençoa, que te guarda e que te protege contra todos os perigos da estrada, é sempre Jesus!…
 
.Irmão José
 

(Psicografia de Carlos A. Baccelli)
 

SÓ DEPENDE DE VOCÊ !

¨FAÇA AS PAZES COM O UNIVERSO.



NO MOMENTO EM QUE VOCÊ ACEITA

AQUILO QUE LHE INCOMODA , A PORTA

A PORTA SE ABRE .


NÃO PLANTE NADA ALÉM DO AMOR ¨ !!



RUMI .

ANJO !!!

 
Você Ilumina
Se alguém me pedisse para definir você, eu definiria como luz!

Uma luz leve, suave, mas capaz de iluminar de forma precisa, todas as sombras.

É uma luz que chega de mansinho, quando o meu dia parece frio e sem graça.

Traz um sorriso que faz clarear ideias, sonhos, esperança…

Não importa se é dia ou noite, a sua presença me ilumina por completo.

Posso fechar os olhos que ainda assim saberei se você está perto.

Me acalma, me centra, me faz colocar os pensamentos em ordem e entender que as coisas podem ser simples.

Tem um toque que desfaz toda a minha tensão.

Tem um abraço que apaga qualquer tristeza ou cansaço.

Tem um beijo que me renova.

Estremeço ao sentir sua pele encostar na minha e esqueço de todo o resto.

Suas palavras, nem sempre elaboradas, conseguem traduzir o que sinto.

Suas opiniões simples e despretensiosas acabam por me mostrar o caminho que devo seguir.

Mesmo quando me sinto incapaz ou sem coragem, você consegue arrancar de mim uma força que eu nem sei que tenho.

Eu sempre complicando e exagerando tudo, você sempre transformando tudo em simplicidade.

Eu perdendo o controle com besteiras, você me fazendo perceber quando sou intransigente sem me criticar por isso.

Eu o peso da razão, você a medida da emoção.

Eu… terra, chão, raiz e segurança… você o ar, o vento, o vôo e o risco.

Somos opostos em sintonia perfeita.

O que falta em mim, você me doa e o que tenho de melhor, devolvo em troca.

Você chegou em um momento onde a vida estava em preto e branco… e foi a janela com vitrais coloridos que me trouxe luz.

E eu que tinha medo do escuro, agora não tenho mais…

(Coisa de Liz)

sábado, 9 de novembro de 2013

AS TRES REVELAÇOES : MOISÉS , CRISTO E O ESPIRITISMO .

 PAZ ESPIRITUAL : ERICA MARQUES .
As Três Revelações: Moisés, Cristo e o Espiritismo
1 – Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim para destruí-los, mas para dar-lhes cumprimento. Porque em verdade vos digo que o céu e a Terra não passarão, até que não se cumpra tudo quanto está na lei, até o último jota e o último ponto. (Mateus, V: 17- 18)



MOISÉS


2 – Há duas partes Distintas na lei mosaica: a de Deus, promulgada sobre o Monte Sinal, e a lei civil ou disciplinar, estabelecida por Moisés. Uma é invariável, a outra é apropriada aos costumes e ao caráter do povo, e se modifica com o tempo.

A lei de Deus está formulada nos dez mandamentos seguintes:

I – Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás deuses estrangeiros diante de mim. Não farás para ti imagens de escultura, nem figura alguma de tudo o que há em cima no céu, e do que há embaixo na terra, nem de coisa que haja nas águas debaixo da terra. Não adorarás nem lhes darás culto.

II – Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão.

III – Lembra-te de santificar o dia de sábado.

IV – Honrarás a teu pai e a tua mãe, para teres uma dilatada vida sobre a terra que o Senhor teu Deus te há de dar.

V – Não matarás.

VI – Não cometerás adultério.

VII – Não furtarás.

VIII – Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

IX – Não desejarás a mulher do próximo.

X – Não cobiçarás a casa do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem outra coisa alguma que lhe pertença.



Esta lei é de todos os tempos e de todos os países, e tem, por isso mesmo, um caráter divino. Todas as demais são leis estabelecidas por Moisés, obrigado a manter pelo temor um povo naturalmente turbulento e indisciplinado, no qual tinha de combater abusos arraigados e preconceitos adquiridos durante a servidão do Egito. Para dar autoridade às leis, ele teve de lhes atribuir uma origem divina, como o fizeram todos os legisladores dos povos primitivos. A Autoridade do homem devia apoiar-se sobre a autoridade de Deus. Mas só a idéia de um Deus terrível podia impressionar homens ignorantes, em que o senso moral e o sentimento de uma estranha justiça estavam ainda pouco desenvolvidos. É evidente que aquele que havia estabelecido em seus mandamentos: “não matarás” e “não farás mal ao teu próximo”, não poderia contradizer-se, ao fazer do extermínio um dever. As leis mosaicas, propriamente ditas, tinham, portanto, um caráter essencialmente transitório.



CRISTO


3 – Jesus não veio destruir a lei, o que quer dizer: a lei de Deus. Ele veio cumpri-la, ou seja: desenvolvê-la, dar-lhe o seu verdadeiro sentido e apropriá-la ao grau de adiantamento dos homens. Eis porque encontramos nessa lei o princípio dos deveres para com Deus e para com o próximo, que constitui a base de sua doutrina. Quanto às leis de Moisés propriamente ditas, ele, pelo contrário, as modificou profundamente, no fundo e na forma. Combateu constantemente o abuso das práticas exteriores e as falsas interpretações, e não podia fazê-las passar por uma reforma mais radical do que as reduzindo a estas palavras: “Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo”, e ao acrescentar: “Esta é toda a lei e os profetas”.



Por estas palavras: “O céu e a terra não passarão, enquanto não se cumprir até o último jota”, Jesus quis dizer que era necessário que a lei de Deus fosse cumprida, ou seja, que fosse praticada sobre toda a terra, em toda a sua pureza, com todos os seus desenvolvimentos e todas as suas conseqüências. Pois de que serviria estabelecer essa lei, se ela tivesse de ficar como privilégio de alguns homens ou mesmo de um só povo? Todos os homens, sendo filhos de Deus, são, sem distinções, objetos da mesma solicitude.

4 – Mas o papel de Jesus não foi simplesmente o de um legislador moralista, sem outra autoridade que a sua palavra. Ele veio cumprir as profecias que haviam anunciado o seu advento. Sua autoridade decorria da natureza excepcional do seu Espírito e da natureza divina da sua missão. Ele veio ensinar aos homens que a verdadeira vida não está na Terra, mas no Reino dos Céus, ensinar-lhes o caminho que os conduz até lá, os meios de se reconciliarem com Deus, e os advertir sobre a marcha das coisas futuras, para o cumprimento dos destinos humanos. Não obstante, ele não disse tudo, e sobre muitos pontos limitou-se a lançar o germe de verdades que ele mesmo declarou não poderem ser então compreendidas. Falou de tudo, mas em termos mais ou menos claros, de maneira que, para entender o sentido oculto de certas palavras, era preciso que novas idéias e novos conhecimentos viessem dar-nos a chave. Essas idéias não podiam surgir antes de um certo grau de amadurecimento do espírito humano. A ciência devia contribuir poderosamente para o aparecimento e o desenvolvimento dessas idéias. Era preciso, pois, dar tempo à ciência para progredir.



O ESPIRITISMO


5 – O Espiritismo é a nova ciência que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e suas relações com o mundo material. Ele nos mostra esse mundo, não mais como sobrenatural, mas, pelo contrário, como uma das forças vivas e incessantemente atuantes da natureza, como a fonte de uma infinidade de fenômenos até então incompreendidos, e por essa razão rejeitados para o domínio do fantástico e do maravilhoso. É a essas relações que o Cristo se refere em muitas circunstâncias, e é por isso que muitas coisas que ele disse ficaram ininteligíveis ou foram falsamente interpretadas. O Espiritismo é a chave que nos ajuda a tudo explicar com facilidade.

6 – A lei do Antigo Testamento está personificada em Moisés, a do Novo Testamento, no Cristo. O Espiritismo é a terceira revelação da lei de Deus. Mas não está personificado em ninguém, porque ele é o produto do ensinamento dado, não por um homem, mas pelos Espíritos, que são as vozes do céu, em todas as partes da Terra e por inumerável multidão de intermediários. Trata-se, de qualquer maneira, de uns seres coletivos, compreendendo o conjunto dos seres do mundo espiritual, cada qual trazendo aos homens o tributo de suas luzes, para fazê-los conhecer esse mundo e a sorte que nele os espera.

7 – Da mesma maneira que disse o Cristo: “Eu não venho destruir a lei, mas dar-lhe cumprimento”. Também diz o Espiritismo: “Eu não venho destruir a lei cristã, mas dar-lhe cumprimento”. Ele nada ensina contrário ao ensinamento do Cristo, mas o desenvolve, completa e explica, em termos claros para todos, o que foi dito sob forma alegórica. Ele vem cumprir, na época predita, o que o Cristo anunciou, e preparar o cumprimento das coisas futuras. Ele é, portanto, obra do Cristo, que o preside, assim como preside ao que igualmente anunciou: a regeneração que se opera e que prepara o Reino de Deus sobre a Terra.
11P                                                   PP
 

Curtir ·  ·